Seleção Brasileira de Futebol de Cegos

WhatsApp Image 2022-03-07 at 10.45.19.jpeg

Cássio Lopes dos Reis

Posição: fixo/ ala defensivo
Nascimento: 15/05/1989, Ituberá (BA)
Equipe: MAESTRO-PR

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo
2018: Mundial de Madri
2016: Paralimpíada do Rio
2015: Parapan de Toronto
2014: Mundial de Tóquio
2013: Copa América de Santa Fé
2012: Paralimpíada de Londres
2011: Parapan de Guadalajara
2010: Mundial de Hereford

História

Um deslocamento de retina seguido de catarata tirou sua visão aos 14 anos. Na infância, já havia praticado esporte e, aos 20, começou no futebol de cegos.

gledson.jpeg

Gledson da Paixão Barros

Posição: ala ofensivo/ pivô
Nascimento: 10/09/1990, Salvador (BA)
Equipe: MAESTRO-PR

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo
2018: Mundial de Madri
2014: Mundial de Tóquio
2012: Paralimpíada de Londres
2011: Parapan de Guadalajara

História

Uma atrofia no nervo óptico tirou sua visão aos 6 anos. Depois disso, ingressou no Instituto de Cegos da Bahia (ICB) para se reabilitar. Lá, conheceu o futebol de cegos. Evoluiu na modalidade e, aos 16, foi convocado pela primeira vez para a Seleção.

jardiel.jpeg

Jardiel Vieira Soares

Posição: ala ofensivo
Nascimento: 26/07/1996, Pinheiro (MA)
Equipe: APACE-PB

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo

História

Devido à toxoplasmose, Jardiel nasceu cego. Por meio de um evento em São Luís (MA) para deficientes visuais, conheceu o futebol de cegos.

jeferson.jpeg

Jeferson da Conceição Gonçalves (Jefinho)

Posição: ala ofensivo
Nascimento: 05/10/1989, Candeias (BA)
Equipe: MAESTRO-PR

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima
2018: Mundial de Madri
2016: Paralimpíada do Rio
2015: Parapan de Toronto
2014: Mundial de Tóquio
2013: Copa América de Santa Fé
2012: Paralimpíada de Londres
2011: Parapan de Guadalajara
2010: Mundial de Hereford
2009: Copa América de Buenos Aires
2008: Paralimpíada de Pequim
2007: Parapan do Rio

História

Um glaucoma ocasionou a perda total da sua visão aos 7 anos. Começou na natação, passou pelo atletismo, mas se encontrou no futebol de cegos, aos 12 anos. Foi eleito o melhor jogador do mundo em 2010.

luan.jpeg

Luan de Lacerda Gonçalves

Posição: goleiro
Nascimento: 06/01/1993, João Pessoa (PB)
Equipe: AGAFUC-RS

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo
2018: Mundial de Madri
2016: Paralimpíada do Rio
2015: Parapan de Toronto
2014: Mundial de Tóquio
2013: Copa América de Santa Fé

História

Começou a praticar futsal aos 8 anos de idade. Em 2013, conheceu o futebol de cegos. Desde então, vem sendo convocado para a Seleção.

lucas.JPG

Lucas Pereira Caetano

Posição: ala ofensivo 
Nascimento: 19/12/2001, Sousa (PB)
Equipe: APACE-SP

Principais conquistas

2017: Parapan de São Paulo (Jovens)

História

Nasceu com glaucoma congênito. Morava no sertão paraibano, onde brincava de bola com crianças que enxergavam. Só foi ter acesso à modalidade em 2015, quando se mudou para Campina Grande. No mesmo ano, acabou chamado pela primeira vez para a Seleção de base. 

maicon.jpeg

Maicon Junior dos Santos Mendes

Posição: ala defensivo
Nascimento: 01/06/2000, em Maraú (BA)
Equipe: APACE-PB

Principais conquistas

2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo

História

O caçula do time perdeu a visão devido ao glaucoma congênito. Conheceu o futebol de cegos em 2013, quando passou a ter contato com a modalidade no Instituto de Cegos da Bahia. Disputou seu primeiro campeonato em 2016 e, no ano seguinte, já integrou a Seleção Brasileira nos Jogos Parapan-Americanos de Jovens.

matheus.jpeg

Matheus da Costa Coelho Bumussa

Posição: goleiro
Nascimento: 03/10/1994, em Campina Grande (PB)
Equipe: APACE-PB

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo

História

Um amigo, que era goleiro de futebol de cegos, o convidou para conhecer a modalidade em 2012. Foi convocado para Seleção pela primeira vez em março de 2018.

raimundo.jpeg

Raimundo Nonato Alves Mendes (Nonato)

Posição: ala ofensivo/pivô
Nascimento: 19/08/1987, Orocó (PE)
Equipe: AGAFUC-RS

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo
2018: Mundial de Madri
2016: Paralimpíada do Rio
2015: Parapan de Toronto
2014: Mundial de Tóquio
2013: Copa América de Santa Fé
2012: Paralimpíada de Londres

História

Nasceu praticamente sem enxergar devido a uma retinose pigmentar. Sempre gostou de jogar bola com os amigos. O futebol de cegos entrou em sua vida aos 23 anos.

ricardo.jpeg

Ricardo Steinmetz Alves (Ricardinho)

Posição: ala ofensivo
Nascimento: 15/12/1988, Osório (RS)
Equipe: AGAFUC-RS

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo
2018: Mundial de Madri
2016: Paralimpíada do Rio
2015: Parapan de Toronto
2014: Mundial de Tóquio
2013: Copa América de Santa Fé
2012: Paralimpíada de Londres
2011: Parapan de Guadalajara
2010: Mundial de Hereford
2009: Copa América de Buenos Aires
2008: Paralimpíada de Pequim
2007: Parapan do Rio

História

Um descolamento de retina aos 6 anos comprometeu sua visão. Aos 10, começou a jogar futebol de cegos. Já foi eleito o melhor do mundo três vezes: 2006, 2014 e 2018.

samir.JPG

Samir Santana da Silva

Posição: ala 
Nascimento: 20/11/2002, São Paulo (SP)
Equipe: APADV-SP

Principais conquistas

Ainda não teve com a Seleção.

História

Nasceu com glaucoma congênito e, aos 7 anos, perdeu a visão por completo. Praticou goalball, começou no futebol de cegos em 2016 e, em 2017, entrou para a Seleção de base.

tiago.jpeg

Tiago da Silva

Posição: ala defensivo
Nascimento: 28/09/1995, Pinhais (PR)
Equipe: MAESTRO-PR

Principais conquistas

2021: ouro na Paralimpíada de Tóquio
2019: Parapan de Lima; Copa América de São Paulo
2018: Mundial de Madri
2016: Paralimpíada do Rio
2015: Parapan de Toronto

História

Nasceu com alta miopia. Aos dois anos, sofreu um descolamento de retina no olho esquerdo. Três anos depois, a retina do olho direito também descolou, e ele ficou completamente cego. Praticou natação, atletismo e goalball. Em 2009, entrou no futebol de cegos. Chegou à Seleção em 2013.

Comissão Técnica

fabio.jpeg

Fábio Luiz Ribeiro de Vasconcelos

Função: Técnico

Nascimento: 22/07/1974, Campina Grande (PB)

História: Foi goleiro da Seleção durante quase uma década até parar após os Jogos de Londres 2012. No ano seguinte, assumiu como treinador.

josinaldo.jpeg

Josinaldo Costa Sousa (Bamba)

Função: Auxiliar técnico e Treinador de Goleiros

Nascimento: 17/01/1966, Campina Grande (PB)

História: Trabalhou no futebol convencional como preparador físico, especialmente na região Nordeste. Está na seleção desde 2013.

halekson.jpeg

Halekson Barbosa de Freitas

Função: Fisioterapeuta

Nascimento: 26/06/1973, Campina Grande (PB)

História: está na seleção desde 2013.

edson.jpeg

Edson Gomes Marinho Júnior

Função: Preparador Físico e Chamador

Nascimento: 29/11/1978, Campina Grande (PB)

História: está na seleção desde 2019.

modelo.jpg

Hésojy Gley Ferreira da Silva

Função: Médico

Nascimento: 13/11/1979, Natal (RN)

História: 

modelo.jpg

Antônio Luiz Ferreira Bahia

Função: Técnico de base

Nascimento: 27/01/1954, Salvador (BA)

História: está na Seleção desde 2022.

modelo.jpg

David Xavier

Função: Auxiliar técnico de base

Nascimento: 20/03/1982, Fortaleza (CE)

História: está na Seleção desde 2022.

Voltar ao topo